Saltar al contenido
Web de cirurgia plástica e estética

Gluteoplastia: Aumento de Glúteos

Graças aos avanços da ciência no campo da cirurgia estética, as pessoas que naturalmente não têm nádegas muito volumosas ou bem definidas, podem melhorar sua aparência física por meio de uma intervenção cirúrgica conhecida como gluteoplastia.

Mesmo essa operação também é realizada para corrigir alguns problemas que surgem como resultado da idade, como flacidez ou perda de massa muscular, a fim de rejuvenescer a aparência.

O que é a gluteoplastia?

A gluteoplastia é um procedimento cirúrgico realizado para melhorar a aparência das nádegas, aumentando o volume delas com a introdução de próteses de silicone.

Essa cirurgia não apenas aumenta o volume, mas também é realizada para corrigir as possíveis alterações que podem ser geradas nessa área. É praticado em homens e mulheres.

Em que consiste este procedimento de cirurgia estética?

Como não é um procedimento invasivo, o aumento do bumbum deve ser feito em um centro de saúde especializado, respeitável e com um cirurgião plástico reconhecido.

O aumento das nádegas ou gluteoplastia é uma cirurgia ambulatorial. É realizada sob anestesia local ou geral, dependendo das condições do paciente e da quantidade de procedimentos que serão executados em uma única operação.

Em geral, a gluteoplastia dura aproximadamente duas horas e é realizada por meio de três técnicas específicas, tais como:

Próteses

Consiste em fazer pequenas incisões entre as dobras naturais das nádegas e, em seguida, os implantes de silicone são inseridos sob o músculo glúteo, com o objetivo de manter uma posição o mais natural possível; isto é, quando estão no lugar certo, não são palpáveis ​​ou visíveis.

Após esse processo, as incisões são fechadas com suturas, da maneira mais delicada possível para evitar cicatrizes notórias ou muito pronunciadas. Uma vez concluído, o paciente está pronto para iniciar seu processo de recuperação.

Essa técnica permite proporcionar um volume maior às nádegas, especificamente na parte superior. No entanto, esse procedimento não pode ser aplicado a todas as pessoas, uma vez que as próteses possuem medidas padrão, o processo de adaptação depende de cada paciente, de acordo com sua anatomia.

Por esse motivo, esta gluteoplastia serve apenas para aumentar o volume, mas não como uma maneira de corrigir problemas ou defeitos como subsidência ou assimetria nas nádegas.

Gordura

A técnica de gluteoplastia gorda é um dos procedimentos mais modernos existentes, além de proporcionar resultados muito favoráveis ​​aos pacientes.

Esse processo envolve a remoção de gordura de uma determinada área do corpo, como é feito durante a lipoaspiração. Essa gordura é passada através de uma purificação e, em seguida, é introduzida nas nádegas, especificamente na parte em que é necessária, permitindo que problemas como afundamento sejam corrigidos, dando uma melhor forma aos glúteos.

Para introduzir a gordura, são feitas pequenas incisões de alguns milímetros, para não deixar cicatrizes. Esse tecido adiposo não é reabsorvido pelo organismo, portanto os resultados da cirurgia são duradouros. No entanto, re produz uma redução de tamanho entre 20% e 30%, mas apenas durante o primeiro mês.

Você pode estar interessado:  Balão Gástrico: Reduza Seu Peso Rapidamente

Uma das vantagens dessa técnica é o fato de proporcionar uma aparência mais natural às nádegas, uma vez que não é introduzida uma prótese ou qualquer outro elemento estranho, de modo que os riscos de uma infecção ou outras complicações são muito menores. .

Além disso, a área doadora de gordura, como o abdômen, por exemplo, também melhora sua aparência estética. No entanto, essa técnica de gluteoplastia só pode ser realizada em pessoas com excesso de gordura no corpo, de modo que pacientes magros não lhes convêm.

Com Abas

Este tipo de gluteoplastia é sobre a aplicação de uma técnica muito especial que consiste especificamente em reformar e aumentar o volume das nádegas das pessoas que caíram nádegas e muito excesso de pele nessa área.

Para fazer isso, são feitas incisões na dobra superior ou inferior de cada nádega para levantá-lo, movendo os tecidos e colocando-os de maneira a proporcionar uma aparência mais arredondada e natural.

Geralmente é aplicado em pessoas que perderam peso rapidamente por cirurgia bariátrica ou após a gravidez.

Portanto, graças aos avanços da ciência, agora temos três opções para aumentar nossas nádegas, com o objetivo de escolher a que melhor nos convém, de acordo com nossa anatomia natural.

Qualquer um desses processos de gluteoplastia pode ser submetido a pessoas maiores de idade que desejam melhorar a aparência de seu corpo, seja para fins estéticos ou de saúde. Essa é a importância de conhecer os métodos mais seguros pelos quais é possível alcançá-lo.

Preparação para a cirurgia

Embora a gluteoplastia não seja geralmente de alto risco para os pacientes que a praticam, é necessário realizar alguns testes anteriores que permitam ao especialista conhecer o estado em que nosso corpo está.

É por isso que os cirurgiões geralmente indicam exames de sangue para identificar o nível de hemoglobina, os tempos de coagulação e a quantidade de glicemia que temos. Eles também solicitam radiografia de tórax, eletrocardiograma e aplicam um exame médico geral.

Também é importante que o anestesiologista realize os exames que considerar pertinentes, a fim de descartar grandes riscos antes, durante e após a intervenção cirúrgica.

Segundo os dados que os médicos obtêm dos exames realizados, eles geralmente indicam a cessação do tabagismo, além de interromper o uso de qualquer medicamento por um determinado período antes da cirurgia.

A sinceridade é a chave neste momento, pois é muito importante informar os especialistas se são tomados medicamentos que possam ter alguma repercussão ou causar um efeito adverso da cirurgia.

Em geral, os cirurgiões geralmente prescrevem uma dieta antes da cirurgia, que deve ser pobre em gordura e farinha; também é necessário hidratar a pele e consumir alimentos como vegetais, que promovem processos de cicatrização, ajudando assim a cicatrização. mais rápida.

Você pode estar interessado:  Otoplastia: Operação Estética da Orelha

Também é necessário perguntar aos especialistas se será necessário usar uma cinta após a cirurgia, para adquiri-la com antecedência.

Recuperação e cuidados pós operatórios

Uma vez realizada a cirurgia, os cirurgiões colocam as cintas com bandagens elásticas, que ajudam a drenar os fluidos e a diminuir o processo inflamatório.

Como as incisões são pequenas e localizadas nas dobras naturais das nádegas, as cicatrizes são quase imperceptíveis e, com o tempo, tornam-se muito menos visíveis.

Durante os primeiros dias após a operação, há alguma dor e inflamação; portanto, o especialista prescreve medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios que ajudam a lidar com essa condição. Em caso de persistência e aumento de intensidade, é necessário notificar o especialista.

Quando o paciente chega em sua casa, ele deve manter um descanso completo por aproximadamente 72 horas. Se possível, é positivo ter uma pessoa que apóie esse processo e cuide de nós adequadamente.

Após sete dias, as suturas são removidas e um adesivo antialérgico é colocado sobre as cicatrizes. A banda deve ser usada por cerca de três semanas.

Durante as próximas duas semanas, a pessoa ganha um pouco mais de mobilidade, mas um esforço deve ser evitado e tenha muito cuidado.

Os principais cuidados que devem ser tomados após a cirurgia são:

  • Deite-se de bruços ou de lado para evitar ferir ou pressionar o nervo ciático.
  • Tente se levantar e andar o mais rápido possível e de acordo com sua tolerância à dor.
  • Evite sentar
  • Evite levantar ou empurrar objetos muito pesados.
  • Não dobre bruscamente.
  • Siga uma dieta saudável, pobre em gorduras e carboidratos.
  • Use a cinta por 24 horas.
  • Tome banho com água não muito quente para evitar inflamação.
  • Cure feridas duas vezes por dia.
  • Obtenha os drenos e massagens necessárias para reduzir a inflamação.
  • Cumpra com os tratamentos, conforme indicado pelo especialista.
  • Preste atenção prontamente aos controles pós-cirurgia.

Em caso de qualquer anormalidade, inchaço ou sangramento excessivos, é melhor notificar o cirurgião o mais rápido possível para tomar as medidas adequadas para o seu bem-estar.

Após o processo de recuperação, as nádegas adquirem uma forma natural, mais volumosa e moldada, melhorando a aparência da figura do paciente, de acordo com o que ele queria antes do procedimento. Você pode retornar às suas atividades diárias sem nenhum risco de complicação.

Se surgir algo imprevisto, como inflamações, hematomas ou outras condições atípicas, é necessário ir imediatamente ao especialista.

Esse tipo de cirurgia não é recomendado no caso de pessoas com diabetes, pressão alta, hipersensibilidade aos anestésicos, entre outras circunstâncias que representam risco durante e após a cirurgia.

Cintas para gluteoplastia

Os cintos utilizados durante o período pós-operatório de uma gluteoplastia são feitos com faixas elásticas que têm a função de exercer pressão suficiente para que o tecido se adapte à sua nova condição, evite um processo inflamatório agudo e coloque as nádegas na posição correta.

Você pode estar interessado:  Faloplastia: Tudo o que o homem deve saber

De acordo com as opiniões de pessoas que passaram por algumas dessas experiências de aumento de volume das nádegas, se forem tomados cuidados pós-operatórios adequados, os resultados são muito positivos, uma vez que é obtida uma aparência mais arredondada, melhorando o número de a pessoa.

Precisamente com base nos dados fornecidos por esses pacientes, o uso frequente da cintura é essencial para evitar a formação de bolsas nas nádegas, bem como sua posição indesejada.

Em geral, as nádegas pós-operatórias também servem ao processo de recuperação de outras cirurgias, como a lipoaspiração de abdômen e quadril. Alguns são até essenciais para os casos em que uma remodelação completa da figura é feita através de vários procedimentos na mesma cirurgia.

Dependendo da preferência do paciente, eles vêm em pele, preto e branco. Eles também são classificados por tamanhos. Portanto, é importante consultar o médico especialista, que é o que melhor se adapta ao tipo de cirurgia à qual o paciente será submetido, para escolher a roupa mais adequada, que deve pressionar um pouco, mas não comprimir.

levantamiento de gluteos

Preço da operação  

Como em qualquer cirurgia, a gluteoplastia tem um valor que depende diretamente do local onde é realizada, o reconhecimento do especialista que a realiza, bem como o número de procedimentos a serem realizados, uma vez que a maioria das pessoas preferem várias técnicas simultaneamente.

Precisamente na maioria das clínicas de estética, eles oferecem alguns descontos ou planos de financiamento que incluem lipoaspiração de braços, quadril, abdômen, pernas ou outra área do corpo, além de intervenções mais simples, como levantamento, correção palpebral, entre outras.

No caso de um aumento no volume das nádegas, o preço também dependerá da técnica a ser aplicada, levando em consideração que a localização de uma prótese pode ser mais cara do que o uso da própria gordura corporal ou o reparo da pele para acomodar a posição das nádegas.

Se você estiver interessado em saber os preços e procedimentos necessários para realizar uma cirurgia nas nádegas, deve ir à clínica cosmética de sua confiança e conversar com o cirurgião de sua preferência. Ele é quem determinará o que é melhor para você de acordo com as condições em que seu corpo está.

Nesse caso, o tipo de pele também desempenha um papel fundamental na tomada de decisão sobre o procedimento de gluteoplastia que melhor lhe convier.

Em caso de qualquer problema médico ou no caso de precisar de aconselhamento, você deve procurar um profissional médico. As informações contidas neste blog são complementares e não devem ser tomadas como orientação profissional.