Saltar al contenido
Web de cirurgia plástica e estética

Lipoaspiração nas pernas

Se há algo que sempre caracterizou o ser humano, é a busca de um aspecto muito mais saudável e atraente do que o que ele possui atualmente, o que o levou a recorrer a inúmeros procedimentos de vários tipos para procurar o aspecto que tanto sonhava. Com o passar do tempo, esses procedimentos foram aperfeiçoados a tal escala que todos os dias apresentam menos riscos e complicações, o que levou muitas pessoas assustadoras a se aventurarem nesse tipo de experiência para ver como estão indo e quais resultados obtêm.

Uma das coisas que você mais deseja eliminar do corpo é a horrenda gordura que se acumula em áreas como pernas, nádegas ou joelhos. O pior desses defeitos é que, muitas vezes, eles não poderão ser eliminados apenas através de dietas e atividade física, uma vez que os aglomerados desse tipo de tecido estão localizados abaixo da pele nas partes acima mencionadas do corpo. Isso faz com que muitos sejam forçados a recorrer a procedimentos como a lipoaspiração de pernas, que iremos aprofundar um pouco abaixo.

O que é a lipoaspiração de pernas?

A primeira coisa que devemos dizer sobre uma lipoaspiração de perna é que esse procedimento será realizado de acordo com a magnitude da perna, usando uma anestesia que pode ser local ou geral. O que determinará a magnitude e o tipo de anestesia será a quantidade de gordura que se espera remover de uma ou várias áreas do corpo, neste caso, das pernas. Também é necessário levar em consideração qual lado das pernas é o que será interposto, seja o interior ou o exterior.

Liposuccion de piernas tratamiento

Como se realiza este procedimento?

Após a anestesia já ter sido aplicada ao paciente, o médico deve proceder a uma ou mais incisões nos locais onde são consideradas adequadas, de acordo com o tipo de intervenção a ser realizada. Após as incisões, será introduzida uma cânula equipada com mecanismos de sucção. Esse é o dispositivo que cuida de retirar a gordura e sugá-la ao mesmo tempo, para que possa ser eliminado do corpo do paciente permanentemente.

Quase imediatamente após a realização desses procedimentos, uma grande diferença nas pernas já será percebida, tornando-as mais esbeltas e menos oleosas do que eram até poucas horas atrás. Posteriormente, é necessário deixar drenar a anestesia utilizada e o sangue que pode correr como resultado da intervenção, sempre prestando a devida atenção a certos tipos de materiais utilizados durante o procedimento, como a gaze.

Esta é uma cirurgia muito complexa que sujeita os pacientes a perigos inimagináveis, mas deixa resultados infinitamente satisfatórios para a grande maioria deles. O que você deve sempre estar ciente é procurar os melhores profissionais da área para garantir que tudo funcione como um encanto. Lembre-se de que a lipoaspiração envolve muitos riscos e o corpo não deve ser deixado em mãos que não têm ideia do que fazer com ela.

Pós operatório e recuperação

Dependendo do paciente que foi submetido à lipoaspiração, a recuperação pode ser mais ou menos complicada, mas sempre será tão importante quanto a própria cirurgia para que os resultados sejam melhores. Se não houver complicação que envolva alguma preocupação, o pós-operatório e a recuperação não deverão representar problemas futuros para o paciente, desde que ele siga as instruções dadas pelos especialistas.

Uma vez concluído todo o procedimento, o paciente deve permanecer no centro de saúde por um tempo aproximado de 48 horas contínuas, mas tudo dependerá inteiramente de como está ocorrendo sua evolução. Durante esse período, os profissionais de saúde poderão observar como as pernas estão reagindo à intervenção e que tipos de inconvenientes podem ocorrer para serem neutralizados imediatamente.

É possível que durante as primeiras horas o paciente não sinta absolutamente nada, principalmente se falamos de um caso em que a anestesia total foi aplicada. No entanto, isso vai recuperar sensações e começar a sentir dor, o que não precisa ser um sinal de alarme, porque são muito comuns nesses tipos de procedimentos. Caso o desconforto e a dor sejam tão insuportáveis, você pode conversar com seu médico para prescrever qualquer medicamento que os alivie o máximo possível.

Caso o paciente decida se submeter à lipoaspiração das pernas, nádegas e joelhos ao mesmo tempo, os períodos de recuperação pelos quais eles devem passar podem variar, embora não seja comum que sejam muito longos. Depois disso, será necessária a aplicação de bandagens ou cintos que proporcionem ao paciente algum conforto na quantidade de líquidos que serão perdidos à medida que a recuperação progride.

Quais os riscos da operação?

Apesar de todas e quaisquer complicações, é possível afirmar que a lipoaspiração das pernas é a melhor solução disponível para desaparecer de uma só vez, abrangendo todos os complexos que impedem tantas pessoas de usar shorts curtos ou roupas de banho porque eles pensam que todos esses defeitos brilharão o tempo todo. Não é uma situação agradável para os homens, mas para as mulheres pode ser uma verdadeira catástrofe durante os meses de verão.

Embora seja verdade que as possíveis complicações que os pacientes estão arriscando são muitas e bem conhecidas, os resultados mostram que todos os sacrifícios valerão a pena no final. Além disso, é incrível a quantidade de progresso que foi feito, e continua sendo feito, nesses tipos de procedimentos, para que todos os dias que passam sejam cada vez mais seguros para os pacientes que decidem submetê-los. Isso significa que os futuros candidatos não precisam se preocupar com a possibilidade de serem operados.

Além disso, surgiu a possibilidade de lipoaspirações a laser nas pernas, o que significa que os tecidos e vasos sanguíneos não serão mais expostos ao longo da cirurgia. Isso torna o procedimento ainda menos risco do que normalmente é.

Nos últimos anos, uma inovação muito engenhosa foi adicionada à lipoaspiração da perna e é o uso do laser, o que significou um dos maiores refinamentos que foram feitos para esse procedimento estético desde a sua criação. O conhecido lipolaser é um dos muitos passos dados em relação à cirurgia estética e retração da pele, o que ajuda a tornar a recuperação muito mais fácil e mais confortável do que era antes.

A melhor parte é que, com essas novas técnicas, será possível alcançar determinadas áreas que não eram atingíveis para a lipoaspiração tradicional, como joelhos e tornozelos. O procedimento consiste basicamente na destruição da gordura e na contração da pele através da aplicação subcutânea de dois tipos de comprimento de onda, um que derrete a gordura e outro que estimula o colágeno e a contração da pele.

Um fato que atraiu muitos a praticar esse procedimento é que ele é realizado em nível ambulatorial e requer apenas anestesia local e sedativos. A primeira coisa a fazer é uma incisão não superior a 4 milímetros, através da qual a fibra óptica flexível será introduzida para conduzir a energia necessária do laser. O comprimento para derreter a gordura produz uma liquefação da mesma, que será aspirada por uma cânula muito mais fina que a utilizada na lipoaspiração tradicional.

Qual o preço?

Deve-se levar em conta que a área e a complexidade da operação é o que determina quanto essa operação pode custar ou não; portanto, você deve preparar um orçamento com base nesse fator importante. No caso da lipoaspiração de pernas, o preço pode chegar a 15.000 reais, mas tudo dependerá da clínica e do médico escolhido para isso. Houve casos de cirurgiões muito bons que não cobram mais de 5.000 ou 10.000 reais, o que não torna seu trabalho de qualidade inferior àqueles que cobram mais do que isso.

No entanto, é sempre muito importante saber que aqueles que geralmente cobram menos não geram muita confiança por um motivo ou outro. O mais importante é escolher o melhor profissional para fazer o melhor trabalho possível.

Em caso de qualquer problema médico ou no caso de precisar de aconselhamento, você deve procurar um profissional médico. As informações contidas neste blog são complementares e não devem ser tomadas como orientação profissional.