Saltar al contenido
Web de cirurgia plástica e estética

Lipoaspiração de Púbis

Atualmente, qualquer insatisfação corporal pode ser resolvida por cirurgia estética, que levou muitos homens e mulheres a se desviarem dos tratamentos tradicionais, que consistem em rotinas de treinamento e dietas, a optar por métodos imediatos que eles devem manter apenas uma vez executados.

Por sua vez, os profissionais argumentam que esses procedimentos não são apenas caprichos, mas também proporcionam bem-estar ao paciente, fazendo com que se sintam mais seguros e com melhor auto-estima em relação ao aspecto, mesmo em áreas íntimas, como nesta seção onde desenvolveremos tudo relacionado à lipoaspiração do púbis masculino e feminino.

O que é a lipoaspiração de púbis?

A lipoaspiração púbica é um tratamento cirúrgico, cujo objetivo é corrigir qualquer lipodistrofia na área abaixo do abdômen e nos órgãos genitais, onde a gordura está concentrada, causando uma protuberância desproporcional à silhueta do corpo e sem graça.

Esse é um problema que geralmente causa desconforto ao usar roupas vermelhas, roupas de banho e durante as relações sexuais. Além disso, quanto aos homens, causa um efeito visual no pênis, fazendo com que pareça menor do que realmente é.

Além disso, dentre as razões mencionadas, aumento ou redução de peso, envelhecimento ou alterações hormonais. Nesse sentido, nas mulheres, pode ser um produto da gravidez quando a gordura é redistribuída em diferentes partes, como nádegas, laterais ou área genital.

Como se realiza este procedimento?

Uma intervenção cirúrgica na área genital ou nas proximidades é um processo delicado, devido às características nervosas e à quantidade de vasos sanguíneos envolvidos. Esse grupo inclui labiaplastias, vaginoplastia, clitóris, reconstrução de hímen e enxertos de pelos pubianos.

O processo não difere muito da lipoaspiração em qualquer outra área. Porém, nesse caso, trata-se de tratamento ambulatorial, ou seja, não requer internação hospitalar, extremamente rápido e simples; Sua duração não excede 75 minutos e requer apenas anestesia local e sedação.

A exceção a essas regras é quando mais de um procedimento é combinado durante a intervenção, no qual é necessária anestesia completa e, é claro, a duração pode ser prolongada, além do tempo de recuperação e das condições necessárias. instalações clínicas.

Como qualquer outro processo cirúrgico, as lipoaspirações púbicas têm duas etapas decisivas: a consulta prévia com o médico ou especialistas médicos que serão responsáveis ​​pela cirurgia e pela própria operação. A seguir, detalharemos o desenvolvimento de cada um.

Consulta pré operatória

Em uma primeira consulta, o cirurgião responsável reunirá o histórico médico do paciente e fornecerá todas as informações relevantes e necessárias sobre a intervenção à qual ele pretende se submeter. Você também deve oferecer todas as opções alternativas para resultados semelhantes.

Os parâmetros usuais nesta fase consistem em uma revisão do estado geral de saúde (exame genital, idade, histórico) e na realização de testes especializados, como eletrocardiogramas e ultrassom, para determinar a técnica mais adequada para o quase específico.

Ao mesmo tempo, nesta fase, o paciente informará o médico sobre qualquer doença ou patologia que ele sofra, hábitos como fumar ou ingestão de suplementos vitamínicos que possam atrasar a coagulação do sangue, alergias a medicamentos e responder a quaisquer perguntas.

Aqui também é o momento certo para solicitar a combinação com outros tipos de lipo, sendo a abdominoplastia a mais comum, principalmente nas mulheres com aumento do lábio superior por meio de um lipotransfer ou lipofilling.

Cirurgia

Já na sala de cirurgia, o tecido adiposo é aspirado através de uma incisão na qual são inseridas microcânulas com diâmetro de dois a quatro milímetros. A lipoescultura também costuma ser realizada com luz laser para remover a gordura da superfície e estimular a produção de colágeno e elastina.

Outra alternativa complementar é conhecida como facelift público, cujo objetivo é corrigir ou eliminar o excesso de pele deixada aberta na área interveniente. A maior vantagem deste tratamento é que a cicatriz é quase imperceptível e também está escondida na raiz capilar íntima.

Da mesma forma, os avanços da medicina estética moderna hoje oferecem outras técnicas menos invasivas para a redução da floresta pública (homens) ou do monte de Vênus (mulheres), como a radiofreqüência. No entanto, é indicado principalmente para casos menos graves de acumulação.

Pós operatório, recuperação e cuidados

Cada paciente é diferente e, consequentemente, os cuidados pós-cirúrgicos necessários podem variar dependendo do caso, principalmente quando alternativas como radiofreqüência são utilizadas. Da mesma forma, o fator de operações combinadas também intervém, onde a recuperação pode exigir maior atenção.

No entanto, para homens e mulheres, eles geralmente são regulares e, deixando de lado o último dos casos, podemos listar os cuidados básicos e mais comuns que todo paciente deve levar em consideração quando sair da enfermaria, depois de pelo menos Duas horas sob observação.

Atividade física

A lipoaspiração do púbis não requer um longo tempo de recuperação e, dependendo do trabalho em que o paciente está envolvido, ele pode retornar a partir do terceiro ou quinto dia após a operação, conforme indicado pelo médico.

No entanto, você não pode executar exercícios ou tarefas que exijam grande esforço, como carregar pesos. Além disso, a relação sexual deve esperar até duas semanas ou um mês, de acordo com o especialista responsável.

Higiene

O paciente pode limpar a área interveniente assim que chegar em casa, de preferência com uma esponja macia. Não é assim em atividades ao ar livre, como ir à praia ou piscina até que as suturas sejam removidas.

Se é uma mulher durante o período menstrual, não há problema. No entanto, nesses casos, é recomendável que você lave a área com frequência durante os dias em que permanece com fluido sanguíneo.

Medicamentos

É normal que o paciente sinta certos desconfortos, como queimação ou dor na área interveniente após a cirurgia, no entanto, esses são desconfortos temporários que diminuirão com o passar do tempo.

Em qualquer caso, é comum o médico especialista prescrever alguns medicamentos comumente usados, como anti-inflamatórios e analgésicos, para aliviar possíveis dores, principalmente durante a noite.

Em relação a outros medicamentos de uso regular, é aconselhável consultar seu médico para evitar problemas. Por exemplo, alguns suplementos vitamínicos contêm substâncias anticoagulantes, contra-indicadas nesses casos.

Além disso, entre o equipamento necessário após uma lipoaspiração púbica está o uso de uma correia elasto-compressor para manter a área interveniente pressionada e ajudar na moldagem.

Consultas de revisão

O especialista deve agendar consultas de acompanhamento após alguns dias, semanas e meses para avaliar o progresso no processo de recuperação, remover as suturas e fazer ajustes nas receitas.

Da mesma forma, é possível que você atualize as sugestões pós-operatórias e, na pior das hipóteses, realize alguma cura não planejada para complicações que surjam durante a fase pós-operatória.

Cicatrização

Digite o item anterior. Assim como na recuperação, o processo de cicatrização é bastante rápido e as marcas são quase imperceptíveis, além de serem geralmente escondidas pelos pelos pubianos.

No entanto, caso você gere desconforto, pode aplicar produtos de fácil acesso, como cremes, óleo de rosa mosqueta, adesivos de silicone ou realizar procedimentos a laser, entre outros.

Evidentemente, a recomendação continua sendo consultar o médico sobre a melhor opção, principalmente no caso da última opção mencionada (laser), pois isso pode ser contraindicado para o processo.

Quais os riscos da lipoaspiração do monte de Vênus?

Foram encontradas muitas opiniões que desqualificam a necessidade de realizar cirurgias estéticas por causa dos possíveis riscos a que qualquer paciente é exposto enquanto inconsciente e da mesma maneira após a operação, caso ele não consiga seguir a carta indicações médicas e mesmo que isso aconteça.

Em relação às lipoaspirações púbicas, o risco mais comum que pode resultar é uma cicatriz ruim na superfície da área tratada, como cor diferente ou marcas de destaque. Da mesma forma, eles podem se originar nos tecidos internos profundos da área que foi operada.

No entanto, esses são problemas que podem ser resolvidos em um consultório médico durante qualquer consulta agendada ou de emergência, por isso é recomendável que o especialista sempre ofereça uma linha de contato direta para atender a qualquer eventualidade.

Porém, embora a maioria dos pacientes não sofra nenhuma complicação importante, o cirurgião deve explicar ao paciente quais são as possíveis consequências de se submeter a esse procedimento e garantir que ele as entenda. Entre eles, podemos citar a seguinte lista.

Sangramento

Não é comum, no entanto, aglomerados sanguíneos podem se acumular nas feridas; portanto, é preferível que aspirina ou medicamentos anti-inflamatórios não sejam utilizados como medida preventiva 10 dias antes da cirurgia.

Em caso de sangramento, o tratamento para revertê-lo consiste simplesmente em extrair o sangue acumulado. As mulheres podem diferenciá-lo da menstruação por causa de sua origem e porque não causa dor.

Infecção

Para uma má cura ou descuido em relação a cuidados e higiene. Eles geralmente não são graves, mas devem ser tratados imediatamente através do fornecimento de antibióticos e, em alguns casos, uma segunda cirurgia.

Perda da sensibilidade

Os nervos sob a pele da área tratada podem não responder a estímulos ao toque, mas não são frequentes. Às vezes, resolve-se espontaneamente com o passar do tempo, embora em outros casos seja irreversível.

Irregularidades

Alguns fatores como tom de pele e proeminências ósseas podem afetar o resultado da cirurgia, produzindo irregularidades no contorno e depressões da pele e causando assimetria em relação ao resto do corpo.

Seromas

É muito raro, mas pode acontecer que fluidos se acumulem dentro da área interveniente. Para resolvê-lo, eles vão a tratamentos adicionais e até novas cirurgias para drenar.

Preços?

Antes de determinar um custo padrão para lipoaspiração púbica, alguns fatores que podem causar variações, como o médico que realiza o procedimento e o ambulatório onde é realizado, devem ser considerados.

A recomendação universal é sempre procurar médicos com as qualificações e experiências mais adequadas e uso de equipamentos médicos de qualidade, confiabilidade e aprovados pelas autoridades nacionais de saúde correspondentes.

Nesse sentido, o impacto monetário no bolso do paciente é inútil comparado às medidas de prevenção e segurança do tratamento nas mãos apropriadas e oferecidas pela organização que apoia a operação.

Outros itens a serem considerados são os recursos humanos de assistência que acompanharão o cirurgião durante a intervenção, o anestesista e todos os medicamentos prescritos pelo especialista para os cuidados subsequentes.

Elementos como cirurgias de emergência e tratamentos inesperados não são considerados no preço total. No entanto, sugere-se que o paciente tenha um fundo separado para atender a esse tipo de eventualidade.

Da mesma forma, diante dos avanços médicos e tratamentos alternativos, os custos podem ser aumentados, e isso sem considerar que mais procedimentos são combinados que podem aumentar o preço total de todo o conjunto.

As variáveis ​​a considerar nesse aspecto são o tempo de operação da sala de cirurgia, os medicamentos comumente utilizados entre os procedimentos e os ajustes especiais em relação aos cuidados relevantes para todas as intervenções em conjunto.

E, finalmente, as demandas de uma lipoaspiração púbica mais requerida por mulheres do que por homens que podem não sofrer com esse tipo de inchaço ou não lhe dão importância.

Em conclusão, o custo geral da cirurgia regular deste tipo é de cerca de 20.000 reais, enquanto a radiofrequência é dividida em sessões de R$ 1.500, cada. E o tratamento mínimo requer pelo menos 12 deles.

Em caso de qualquer problema médico ou no caso de precisar de aconselhamento, você deve procurar um profissional médico. As informações contidas neste blog são complementares e não devem ser tomadas como orientação profissional.